Como fazer Branding? Alcance o reconhecimento da sua marca

Raiza Lucena

Já ouviu falar de Branding? O termo é uma estratégia de gestão de marca que pode trazer reconhecimento para sua empresa. Mais do que ter uma identidade visual, o Branding é totalmente a personalidade do seu negócio.

 

Sabe aquele ronco único de uma Harley Davidson? Ou toda a lembrança de engenhosidade da Apple? Tudo isso levou tempo, investimento e muito estudo de estratégias que funcionavam com a personalidade do negócio.

 

Quer que sua marca seja a primeira lembrada quando se pensa em um certo produto? É hora de investir pesado em Branding! Conheça mais.

 

O que é Branding?

 

Branding é derivado da palavra inglesa Brand, que significa marca em português. O Branding é a gestão da marca de uma empresa, que começa desde da criação da sua identidade visual até o fortalecimento da marca e o reconhecimento como uma autoridade no mercado.

 

O trabalho para que haja o reconhecimento de uma marca é muito importante, principalmente levando em consideração a intensa competição que os produtos enfrentam em quase todos os setores do mercado.

 

O trabalho de Branding é essencial para tornar a marca mais conhecida, mais positiva e a primeira a ser lembrada quando o consumidor pensar na sua marca.

 

Mas, para isso, o percurso de fortalecimento da marca leva tempo. A empresa deve ser persistente e se manter fiel à sua essência para conquistar a fidelidade do consumidor.

 

Já está se perguntando como fazer seu Branding? Continue lendo para entender mais.

 

 

Definindo a marca

 

Muito mais que trabalhar o nome e uma logo, a marca é todo o conceito e personalidade da sua empresa. Quando as pessoas pensarem em sua marca ela devem lembrar de valores e ideias que sua empresa oferece de forma única. É aí que entra a identificação!

 

A marca é tudo que representa. E, diferente de produto, a marca é algo criado na mente. Pense, por que você abastece em um posto e não no outro? Ou por que toma um energético específico ou um refrigerante? Você pode até ter a “cultura” como justificativa para alguns de seus costumes. Mas por trás desse costume houve um trabalho muito grande em fazer com que a marca fizesse parte dessa cultura. E isso, é o Branding.

 

 

Por isso, o Branding é um trabalho de estratégias. Pois muito mais do que entender de posicionamento de mercado, é preciso entender como a mente do seu consumidor ideal funciona.

 

O que a pessoa procura, o que pode ser uma solução para ela e antecipar sua jornada de compra são partes necessárias para o estudo de estratégias de marketing que a marca deve atingir.

 

 

 

Como fazer Branding?

 

Para começar, defina bem os valores da sua marca.

 

E isso não tem nada a ver com valores comerciais. O valor seria as características, soluções, pilares, objetivos e ideologia. Qual solução você quer ser? O que você oferece que seu concorrente não oferece? Tenha seus valores bem definidos para ter a segurança de passar uma mensagem através da sua marca.

 

O que você deve definir?

 

Quando tiver bem seguro da mensagem da sua empresa é hora de começar com a identidade visual.

 

A identidade visual representa as formas visuais de uma marca. Isso seria o logo, a tipografia, estilo de foto, cores. Tudo para ajudar a criar uma identidade que seja reconhecida pelo consumidor.

 

 

 

O logotipo é a principal referência visual que o consumidor pode ter da sua marca. Por isso, ele deve ser responsivo tanto impresso, quanto no meio digital. Assegure-se que o seu designer gráfico fez todos os testes para para que o logo esteja visível nos meios on e off.

 

Definido o logotipo, pode-se fazer um Manual da Marca. O manual, geralmente, serve para definir um padrão e manter identificação em campanhas publicitárias. É um guia que mostra as cores que a marca pode utilizar; códigos de representação das cores; fonte utilizada; como a fonte deve ser aplicada; versões verticais e horizontais; e uma unidade de estilo, o que é essencial para criar conexões e identificação entre as peças publicitárias.

 

Com a identidade visual trabalhada, é hora de partir para a estratégia e transmitir seu propósito. É nas estratégias que a conexão com o consumidor deve fluir e se solidificar. Para defini-las é necessário contatar um profissional de Marketing que irá te guiar.

 

Dependendo do seu ramo, as estratégias podem partir para divulgação em plataformas de redes sociais, mídia exterior, eventos corporativos… Temos um post sobre como divulgar sua nova empresa aqui. Entretanto, o ideal é sempre fazer com orientação. Você com certeza terá resultados mais eficientes.

 

É nas estratégias que vai ser definido o tom de voz que sua empresa irá usar. A linguagem deve se adequar a linguagem (escrita e visual) do público às personas definidas. É com que o público entenda o que você está falando de forma fácil, como se fosse um amigo.

 

Uma das estratégias para gerar autoridade é ter um canal direto de comunicação e direcionamento na internet. E isso não significa apenas redes sociais. Um site alimentado com conteúdo constante sobre seu ramo, produtos e serviços gera autoridade para a sua marca.

 

 

O site de buscas mais famoso do mundo, o Google, é a plataforma mais usada para quando o consumidor precisa pesquisar um produto. Você aparecer nas primeiras páginas significa que pode oferecer a solução para o cliente. Se ele ver que você consegue dominar com maestria um conteúdo útil e relevante, ele irá confiar na solução que você tem a oferecer.

 

Branding também é trabalho interno. Dentro da empresa, a equipe deve saber claramente o seu significado e o que ele representa. Afinal, ela é a sua maior defensora. Atente-se a elementos como:

 

 

11 diretrizes de Branding por Wally Olins

 

Wally Olins é um maiores especialistas de Branding no mundo. Se não, o maior!

 

Conheça as diretrizes básicas que Wally indica para que seja feita uma boa gestão da marca.

 

 

1- Os quatro vetores
Quatro os pontos essenciais para alcançar o sucesso no branding.
-Entendimento do produto
-Ambiente no qual o produto é vendido
-Modo de se comunicar com os consumidores
-Comportamento dos gestores da marca.

 

 

2- Arquitetura da Marca
Qual a estrutura da marca. Há três opções:
-Corporativa: segmento e atuação da empresa aparecem no nome e no design gráfico de forma integrada;
-Validada ou endorsed: se a empresa possui diferentes marcas, cada uma com sua própria identidade;
-Individualizada ou branded: há uma corporação gestora com marcas diferentes, de segmentação própria.

 

 

3- Marca inventada, reinventada ou mudança de nome
Define se a marca é nova no mercado ou está passando por um processo de reinvenção, o que transforma o branding.

 

 

4- Qualidade do produto
Produtos ou serviços devem ser aspectos evidenciados na marca.

 

 

5- O interior e exterior
Colaboradores devem acreditar e defender os valores da marca tanto quanto os consumidores.

 

 

6- Diferenciadores ou ideias centrais
Objetivo do Branding e suas ações é criar uma identidade própria e se diferenciar dos concorrentes, para que marca inspire desejo de consumo.

 

 

7- Rompimento com o modelo
A diferenciação está em romper com as obviedades. Hora de inovar!

 

 

8- Reduzir o risco/pesquisar
Para o sucesso do Branding é necessário muita pesquisa. Análise de mercado, estudo de público, identificação de tendências, pesquisas de mercado. Tudo isso conta para uma boa gestão da marca.

 

 

9- Promoção
Busque estratégias para atingir seu público-alvo.

 

 

10- Distribuição
Reconheça seu potencial e avalie como atender à demanda de mercado. Isso inclui processos logísticos.

 

11- Coerência, Clareza e Congruência
Nunca esqueça: a marca precisa ter definições bem claras quanto à sua missão, sua imagem, segmentação e posicionamento, além das personas.

 

Branding Digital

 

O conceito de Branding Digital está nas aplicações das mídias digitais e das novas tecnologias para desenvolver marcas através de interações com clientes em dispositivos digitais.

 

A marca não deve deixar de mostrar seu posicionamento claramente em suas ações, utilizando a mesma linguagem e personalidade nos canais digitais. Muitas vezes, são nessas plataformas que os consumidores têm o primeiro contato com a marca.

 

Garanta que sua empresa fala no mesmo tom em todos os canais, isso facilita no entendimento do cliente e na afirmação da sua empresa ser uma solução para um problema dele. Envolva-se mais nos canais digitais, garanta que seus consumidores tenham respostas e mostre-se que é antenado nas atualidades da internet e do mercado.

 

São nas esferas digitais que seus clientes também vão procurar avaliar seus produtos. E até se mostrarem “fãs”. Aproveite para sempre ser transparente e oferecer atendimento pós-venda. Seus fãs serão os maiores divulgadores da sua marca.

 

Os elementos que fazem parte do Branding Digital:

 

Branding Pessoal

 

O Branding Pessoal é o mesmo que a gestão de uma marca pessoal com o objetivo de se destacar no mercado. Geralmente, associa-se o Branding Pessoal à uma pessoa que leva o nome como reconhecimento na prestação de serviços. Blogueiras são exemplos muito bons disso.

 

Para fortalecer seu nome é importante encontrar seu nicho, focar nas suas habilidades e analisar qual seu potencial no mercado. O que você pode oferecer? E o quanto você coloca sua personalidade nisso?

 

Encontre um jeito de se diferenciar de outros especialistas do mesmo assunto. Use de nossas dicas de identidade visual, interação, escolha de canais e conteúdo para ganhar autoridade no seu meio.

 

Brand Equity

 

O Brand Equity é o termo para designar o valor da marca. Mas não aquele valor comercial que mede um patrimônio. Está no valor intangível que os clientes enxergam a marca.

 

O Brand Equity é a consequência de um bom trabalho de Branding. Seu resultado gera bons impactos no poder de influência do mercado, na percepção de valor dos clientes e na lealdade da marca.

 

 

Você imagina no quanto a Apple vale? Imagina seu poder de influência? É algo extremamente grandioso e inatingível.

 

Busque ajuda profissional

 

Ainda está perdido em como fazer o Branding? Procure ajuda profissional de um especialista de Marketing. A LBZ.Agency é uma agência de publicidade em Manaus que conta com o serviço de Branding, além de outros serviços que podem ajudar no reconhecimento da sua marca.

 

 

Acompanhe nosso trabalho no Facebook e Instagram