Google apresenta novidades em comemoração ao seu 20º aniversário

Raiza Lucena

O Google comemorou seu 20º aniversário em setembro! E para celebrar todos esses anos de atividade ~e reinado~, a empresa anunciou novidades para melhorar a experiência dos usuários. Principalmente, no que diz sobre ferramentas de buscas.

 

Confira as últimas novidades do Google anunciadas no seu evento de comemoração:

 

Mais conteúdo visual

 

Para começar, a empresa anunciou que adicionaria mais conteúdos aos seus resultados de pesquisa de imagens, incluindo vídeos em destaque. A ideia é aprimorar o aprendizado do usuário, oferecendo cada vez mais informação para aquilo que ele busca.

 

A atualização inclui mudanças no seu Knowledge Graph para unir consultas e mostrar subtópicos de busca. A ideia é facilitar a busca por conteúdos relacionados fazendo com que o usuário encontre suas respostas sem precisar rolar a página para baixo.

 

O Google ainda deve aprimorar seu conteúdo visual. As imagens agora desempenham um importante papel na classificação de resultados. Isso significa que:

 

– Resultados de imagens são considerados mais importantes em consultas amplas. As buscas também priorizam sites relacionados ao que você está procurando.

 

– A imagem (e o conteúdo, em geral) deve ser recente, já que, de acordo com o Google, o conteúdo mais atual, provavelmente, é o melhor classificado.

 

– A imagem também deve ser mais fácil de encontrar. De acordo com a Diretora de Engenharia do Google Imagens, Cathy Edwards, achar uma imagem específica dentro de uma página era muito difícil. A ideia é que seja priorizada a facilidade de encontrar uma imagem dentro da página, classificando-as como preferência nos resultados de busca.

 

 

 

Créditos na imagem!

 

Agora ficou mais fácil reconhecer o autor daquela foto. A imagem exibida nos resultados de pesquisa de imagens deve incluir os metadados do criador e os créditos. No caso, o criador seria a pessoa que originalmente tirou a foto, enquanto os créditos aplicam-se ao site que forneceu a imagem e que tem direitos sobre ela.

 

Google Stories

 

O AMP, Accelerated Mobile Pages, foi uma iniciativa do Google de 2015 para que páginas da web no celular carreguem quase que instantaneamente, melhorando a experiência do usuário.

 

No início de 2018, o Google montou o Google AMP Story: conteúdo de carregamento mais rápido, quase todo visual e imersivo. A novidade é que o AMP Story será mais detectável! A ferramenta irá aparecer nos resultados de busca do Google Imagens e no Google Discover (antigo Google Feed, veja mais abaixo).

 

 

Lembra do Google Lens?

 

A ferramenta que permite usar a câmera do celular para buscar informações sobre objetos físicos na internet, agora estará disponível nos resultados de pesquisa de imagens para ajudar ainda mais o usuário.

 

Parece que a identificação por Lens, dentro da busca, será aplicável para comercialização. Em uma imagem cheia de objetos, a ferramenta será capaz de identificar cada um deles e oferecer links com opções de compra.

 

 

 

Google Feed agora é Discover

 

Não lembra o que é? O Feed do Google é integrado à sua plataforma de busca. Lá são mostrados assuntos que possam ser do seu interesse, de acordo as buscas feitas pelo aplicativo. O objetivo é ajudar os usuários a ver o que há de novo e descobrir mais conteúdo.

 

Opa, descobrir? Essa foi a ideia da empresa para mudar o nome para Discover. Não só o nome mudou, mas o visual é mais funcional para fornecer conteúdo.

 

O conteúdo em destaque terá um cabeçalho de tópico para que o usuário saiba porquê está vendo aquilo. A descoberta também pode ser personalizada e não importa a data de postagem do conteúdo desde que seja relevante. Se você está em viagem e pesquisa por restaurantes, o Discover poderá mostrar diversos conteúdos que não são novos, mas que responde sua pergunta e que seja inédito para você.

 

OBS: Não precisa ter o aplicativo do Google! O Discover será lançando na página inicial do endereço google.com.br em todos os navegadores de celular.

 

Para os esquecidinhos

 

Se você abandonar um conteúdo pela metade, o Google agora vai introduzir cards abaixo do campo de busca para ajudar os pesquisadores esquecidos. Os cards serão uma “representação visual” do seu histórico de pesquisa.

 

Google Collections

 

Outro recurso do campo de busca será o Collections. Nele, é permitido adicionar o conteúdo sugerido e salvar em uma página segmentada para um determinado tópico.

 

Seria o novo Pixel 3 na área?

 

De acordo com o Hubspot, o smartphone do Google chega a sua mais recente versão no dia 9 de outubro.

Segundo o site, o Google distribuiu convites para um evento no dia 9, com poucas informações e um “I <3 NY”, podendo ser a indicação do Pixel 3 e do Pixel 3 XL.

 

A empresa está sendo misteriosa quanto a isso, pois não quer passar por vazamentos, como aconteceu no lançamento da versão passada. O evento está sendo anunciado como “Made By Google”, mesmo nome do encontro passado, onde vários produtos de hardware foram anunciados, além do Pixel 2.

 

Audiência

 

Não exatamente uma novidade de ferramentas, mas o CEO do Google, Sundar Pichai vai testemunhar perante ao Comitê Judicial da Câmara nos Estados Unidos. De acordo com a The Hindu Business Line, o CEO responderá sobre assuntos como acusações contra funcionários por uso de algoritmo tendencioso contra conservadores, privacidade, classificação de notícias e opiniões, entre outros.

 

O tema é relevante, pois abre o debate sobre até onde podemos nos assegurar da privacidade que as grandes empresas online nos oferecem. O assunto discutido também pode incrementar tópicos de argumentação sobre a regularidade da nossa Lei 12.965/14, conhecida como Marco Civil da Internet. Por isso, não deixe de acompanhar!

 

E aí? Curtiu as melhorias do Google? A LBZ.Agency, agência de publicidade em Manaus, está sempre buscando novidades para te deixar atualizado! Siga-nos no Facebook e no Instagram para saber quando tem posts novos aqui no blog.

 

Precisando dar um UP na divulgação do seu negócio? Conheça nossos serviços.

 

Imagens retiradas do Google